O que é HyperAutomação?

Artificial intelligence robotic automation education concept.
Hyperautomação – já ouviu falar??

Ola pessoal,

Como dissemos em alguns posts anteriores, 41% dos empresários brasileiros estão redesenhando seu modelo de trabalho e isso por conta da inclusão tecnológica que já vinha acontecendo e a pandemia acelerou isso!

Tempo de resposta mais baixo, promover facilidades para seus clientes, permitir que resolvam qualquer problema falando com seu atendimento, estar 24×7 no ar para resolver problemas ou sanar dúvidas…e por ai vai…

São muitas situações a prever mas a tecnologia evoluiu a ponto de poder resolver esse tipo de situação com facilidade, velocidade e eficiência.

A hyperautomação passa por acelerar atividades que eram lentas ou burocráticas deixando-as mais eficientes e leves…fazendo a tecnologia trabalhar para essas atividades apenas com curadoria humana e aumento de amplitude por parte de quem comanda essa tecnologia.

O termo reúne componentes de automação de processos da empresa, integrando ferramentas como Robotic Process Automation (RPA), Artifical Intelligence (IA), Machine Learning (ML), Natural Language Process (NLP) e Intelligent Optical Character Recognition (OCR).

Terra online

Hyperautomation (Hiperautomação) é uma maneira de combinar e integrar uma grande diversidade de tecnologias a fim de automatizar tarefas. Não apenas tarefas repetitivas, mas também pesquisa, análise, design, metrificação, monitoramento, entre outras.

zoomxSmart

Antes da definição, é preciso entender que o uso da tecnologia deve estar focado nas pessoas (People-Centric), já que a tecnologia impacta diretamente consumidores, empregados, parceiros e, de forma geral, a sociedade. E, por ser centrada em pessoas, a tecnologia deve e pode assumir grande parte das tarefas de trabalho e/ou operacionais. O caminho para isso é a Hiperautomação.

growtec

Um bom resumo é que esse modelo traz combinação de tecnologias e conhecimentos que as empresas precisam para tornar o processo de trabalho automatizado, totalmente voltado para tornar o modelo do negócio ágil como ele deve ser. Engloba as ferramentas, métodos e a própria automação, desde o momento do descobrimento do processo, passando pela análise, design, automação, medição de desempenho, monitoramento e, quando preciso, reavaliação.

Ao usar as ferramentas da hiperautomação a empresa acaba se tornando cada vez mais focada nos modelos e, por isso, é importante que o processo de descobrimento, design e desenvolvimento leve em conta também ferramentas de aprimoramento da qualidade do processo, como, por exemplo, Lean Six Sigma.

O recado do relatório da Gartner é que a Hiperautomação é inevitável e as organizações vão precisar identificar e automatizar todos os possíveis processos de negócio, de forma ágil, usando as ferramentas certas, tornando as operações e processo ágeis para poder competir em um mercado cada vez mais focado em facilitar e entender as pessoas.

growtec

Existem várias formas de pensar na hyperautomação, não existe um jeito certo e outro errado de fazer mas podemos pensar em 5 passos claros:

  • MindSet – Sem acreditar que isso irá gerar resultados positivos a automação só fará a empresa perder tempo
  • RoadMap – identificar, priorizar e atuar nos processos da empresa para que você tenha uma visão dessa jornada
  • Efetivação – após criar o roadmap, colocar a mão na massa e criar as automações
  • Gerenciamento – ao ser colocada em prática, é importante que os usuários-chave consigam acompanhar o processo afim de melhora-lo com curadoria ou corrigi-lo se necessário
  • Engajamento – se os colaboradores não estiverem engajados o modelo pode não funcionar até porque isso pode parecer uma substituição de pessoas para robôs e não é a intensão.

Poderíamos inserir a EVOLUÇÃO aqui também porém isso vai seguir de forma natural o orgânica para cada organização, implementar qualidade de processos como o exemplo dos Six Sigma é além de automatizar, profissionalizar e executar métodos de alta qualidade o que faz muito sentido não?!?!

O Caminho é sem volta….na minha visão quem não o fizer pode perder muito espaço e ainda tornar-se obsoleto em seu mercado de atuação…são efeitos colaterais da tecnologia chegando cada vez mais perto de você…não ver é uma “cegueira intensional” e pode prejudicar qualquer negócio!!!

Esteja atento para o tema…lembre-se updateOrDie

Fonte: Google, growtec, zooxsmart, envato, terra

Deixe uma resposta